Dia das mães


Do amor, nascemos.

O amor nada dá senão de si próprio.

E nada recebe senão de si próprio.

O amor não possui, nem se deixa possuir.

Porque o amor basta-se a si mesmo.

O amor não tem outro desejo Senão o de atingir a sua plenitude.

Sou mãe.

Gratidão à minha mãe e toda minha linhagem ancestral. Hoje e Sempre.

Gratidão aos meus filhos, por me permitirem vivenciar essa arrebatadora experiência que é Ser Mãe.

Pra se harmonizar com o portal do feminino, é fundamental se harmonizar com a Mãe. O feminino distorcido é a carência afetiva, a idéia da vítima, a submissão, a escassez, o medo. Quando você se harmoniza com o feminino interiormente você desperta a confiança, a autoresponsabilidade, a abundância, prosperidade, a espiritualidade, a sabedoria, a intuição, a criatividade, a auto aceitação, a cooperação, a sororidade, você acessa o poder que não é o poder sobre o outro, mas sobre si mesma, e que traz a verdadeira liberdade, de Ser você.

Como você está com relação à sua mãe? De verdade? Consegue olhar nos olhos dela e dizer Mãe, te amo. Sou grata por absolutamente tudo! Ou ainda carrega pactos de vingança da primeira infancia?

Tire um tempinho e medite sobre isso.

Quando você cura a sua relação com tua mãe, desatam nós kármicos, você se harmoniza com o passado. Você liberta e se liberta.

E o que sobra é o Amor.

Essa sou eu dançando grávida de 7 meses na minha segunda gestação. Tres filhos. Infinito Amor.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon

Todo conteúdo do site é de propriedade do Prem Samit Awakening Center

atualizado em 22.07.2020